23 janeiro, 2015

“Memories warm you up from the inside. But they also tear you apart.”



Às vezes dou por mim a ler textos que já foram escritos há algum tempo. Textos tão simples e, ao mesmo tempo, carregados de tanto significado. Lembro-me de cada momento, de cada segundo e de cada pormenor descrito neles. Tenho vários textos escritos para pessoas que, embora já não façam parte da minha vida, já cá estiveram. Quando os leio sinto uma espécie de nostalgia e também um certo tipo de raiva. Pergunto-me muitas vezes porquê que vocês tiveram de me deixar e porquê que não cumpriram com a promessa do “para sempre”? Estaria a mentir se dissesse que é a primeira vez que as lágrimas teimam em cair. Porque não é. Não é a primeira vez e não será a última.

6 comentários:

  1. Também costumo fazer isso.
    É uma ferida que ainda não sarou, por isso é que te custa e as lágrimas continuam a cair. Com o tempo magoará menos

    ResponderEliminar
  2. Gosto de pensar que cada pessoa que passa pela nossa vida tem algo para nos ensinar. Por vezes, as lágrimas ajudam-nos a crescer, a seguir em frente...
    r: muito obrigada querida! nem sempre é fácil mas no fim o amor vence! =)

    ResponderEliminar
  3. Sim, infelizmente as pessoas já disseram muitas coisas más, mas sabes que mais? Pouco me importa! É com este tipo de coisas que eu os faço ver que posso chegar longe e aí eles ficam com ainda mais inveja! Só tenho de vos agradecer a vocês... Que estão sempre por perto para me levantar: e sim, já foram muitas as vezes que o fizeram sem saber!!!
    Obrigado pelas palavras <3

    Giveaway | Ganhem um Créme de Rosto Benamôr
    Miguel Gouveia do Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  4. Também já reli textos antigos. Sinto sempre um misto de sentimentos.

    ResponderEliminar
  5. Recordar é viver!
    Segui :)
    Tenho um passatempo a decorrer no meu blog, se quiseres participar é só passar por lá :)
    ( http://diasporadossentidos.blogspot.com/2015/01/2-passatempo-diaspora-dos-sentidos.html )

    ResponderEliminar

Faz-me sentir que és única(o) pela beleza, pureza e sinceridade das palavras que transmites. Escreve com o coração e deixa-o encaminhar as mãos às teclas certas.