26 dezembro, 2012

Goodbye, lost case.


Já perdi imenso tempo a falar de ti. A escrever para ti e muito mais a pensar em ti. Sabes que mais? Isso acabou. Sim, acabou mesmo. De vez. Sei que já disse isto milhares de vezes. Até já ouvi o eco dos meus gritos dentro de mim. E quando pensava que aquilo que sentia já tinha desaparecido, lá havia alguma coisa que voltava a lembrar-me de ti. E, para meu bem, consegui fazer com que desaparecesses dos meus pensamentos. É óbvio que não por completo. Continuarás a cruzá-los. É inevitável. Continuarei a dar de caras contigo todos os dias. Mas cheguei à conclusão que aquilo que sentia em relação a ti não era, de todo, o que sinto pelos que me são mais próximos. Sabes porquê? Porque te afastaste de mim antes de te tornares mais importante. O que sentia por ti não estava completamente desenvolvido, por assim dizer. Não digo que esse afastamento não me tenha magoado, porque magoou. Mas não tanto como outros de outras pessoas. Queres saber outra razão além da que já te dei? O motivo pelo qual decidiste ir embora. Fizeste como quiseste. Por isso, sinceramente, espero que estejas contente com a tua decisão. Espero que aches mesmo que o que fizeste foi o melhor. Espero mesmo, porque não há forma de voltares a fazer parte da minha vida. Não como antes.
E esquece as mensagens escondidas.
Não tenho mais nada a dizer-te.
Lamento que tenha sido assim. Adeus.

59 comentários:

  1. Obrigada, adorei o te blog, vou seguir :)

    ResponderEliminar
  2. owwn, muito obrigada :) sigo também *

    ResponderEliminar
  3. muito muito obrigada, mesmo :o
    tudo o que disses-te está certo, há desilusões passadas que atormenta e me deixam sempre de pé atrás para o futuro, mas não posso deixar que o medo se apodere de mim...sigo de volta, obrigada!

    ResponderEliminar
  4. acredita que por vezes se torna realmente dificl s:

    ResponderEliminar
  5. já houve pedras no teu caminho, num passado, certo? eu apenas tenho medo...muito mesmo.
    Noutras vezes, eu disse que iria deixar o passado de parte para poder ser realmente feliz, mas no final, aconteceu o mesmo, voltou tudo de novo, e foi ainda pior, caí ainda mais fundo, e acredita que isso não sai da cabeça por mais que queira. Eu estou bem com ele, e tenho a certeza que quero estar por muito mais tempo, muito mesmo, a sério...mas tenho tanto medo, do tal 'fim', tanto ...eu só não quero ficar sem ele, porque muito sinceramente não vejo as coisas fazerem sentido sem a sua presença, e imaginar ter que encarar essa ausência, faz-me recear mais e tremer mesmo.

    ResponderEliminar
  6. Entendo, e juro que te "venero" por teres conseguido ou estar a conseguir ultrapassar esse medo...és grande e tens imensa força, não duvides disso!
    Por outro lado, eu já sofri as tão amarguras do amor, eu dediquei-me a uma relação que julguei que fosse para uma vida, dei tudo de mim, tudo o que tinha, e simplesmente caí...mesmo fundo, mas eu mereci cair assim. Eu larguei amigos por ele, e fiz de tudo para que estivessemos sempre bem, eu dei todas as forças aquela relação e por fim fiquei tão esgotada que não via nada nem ninguém mais a frente, só ele, vivia para ele basicamente, até que cansei disso, e deixei de ser eu a dar, e como ele não deu, a relação acabou por se desmorenar...lamentei imenso, e se chorei , foi por ele, mas com o passar do tempo, voltei a encontrar uma pessoa que me faz bem. bem melhor que a anterior. eu estou realmente feliz, muito mesmo e só temo porque nao quero que nada mude, é tao especial que eu nao quero que acabe, entendes? se podesse existir alguns 'para sempre' que fosse este.

    ResponderEliminar
  7. Odeio mentiras, e a tal pessoa anterior , também me mentiu, e não foi pouco, mas isso são coisas que apenas se descobrem quando um namoro termina, são as más fases a virem ao de cima com as ações que outras pessoas provocaram e etc. enfim, foi dificil superar, mas eu consegui e orgulho-me imenso disso. E mais, o meu menino esteve sempre ao meu lado, mesmo no inicio quando mal nos conheciamos e nem AMIGOS eramos, ele esteve do meu lado mesmo sem saber nada de mim, e disse que me iria ajudar. O tempo passou, muito tempo passou, e ele nunca desistiu de falar comigo. E agora estamos muito bem. E é agora que cresce o medo, eu sinto-me quase no paraíso e não tolero a pressão de que isto poderá acabar, eu não quero mais acordar deste sonho! Gostava tanto de poder acreditar em 'para sempre' mas não me sinto capaz disso....desejava imenso que com ele fosse para sempre, digo isto de coração, não há nada que queira mais! Porém, não sei....o medo fala sempre mais alto e eu não consigo, juro que bloqueio

    ResponderEliminar
  8. Fizeram-te passar noites na amargura, e dias cheios de dor, isso reflete-se nas tuas palavras ..
    Eu nunca fui assim, nunca fui de grandes palavras, de grandes entregas, vivia retribuindo em quantia menor àquilo que me davam, vivia com receio de dar demasiado, porque na relação passada dei, tudo o que tinha e mais, tentei arranjar o que não tinha para dar continuidade a um cego amor.
    No inicio, tentei manter uma certa distância com ele, tentei mesmo, não quis ser apenas mais uma e tive que ter a certeza que nao o era para avançar e estar com ele do modo que hoje estou. Bem, mas com ele é tudo tão diferente, eu agora entendo o que´são as horas a passar em minutos, o que são abraços de saudade e beijos de respeito, eu estou a crescer com ele, é uma relação à distancia e acho que nos está a fazer bem aos dois... eu quero realmente aprender a acreditar no 'para sempre' com ele, quero mais que tudo.

    ResponderEliminar
  9. identifiquei-me tanto! espero que sejas forte, e consigas seguir em frente de uma vez por todas :)

    ResponderEliminar
  10. Adoro o blog, escreves muito bem.
    Vou seguir (;

    ResponderEliminar
  11. Eu mantinha uma distância de 'segurança', julgo que atirar de cabeça par algo não combina muito comigo. Tal com tu, também eu tinha um receio e não era de mostrar afetox, mas até isso ele conseguiu, com o tempo, mudar. E de certa forma, hoje, orh«gulho-me de o poder fazer, de me sentir bem em faze-lo.
    No inicio, quando estavamos juntos, eu não sabia bem como lidar com certas coisas que ele dizia, mas fui sendo sempre eu mesma, e...reagi de forma mais pura que foi possivel. A primeira vez que disse que o amava foi na noite de natal, antes dizia que gostava mesmo muito dele, mas nunca tinha passado disso. Não tenho medo de o dizer, porque eu amo-o e sinto isso, mas confesso, que tremi. Um episódio engraçado, foi quando ele me disse que eu era o mundo dele e sorriu, nunca esquecerei mesmo.

    ResponderEliminar
  12. compreendo perfeitamente, principalmente na parte em que falas sobre o facto de ele se ter afastado de ti sem uma razão válida.

    ResponderEliminar
  13. amor, mantens uma relação à distancia? como lidas com isso? diz me pf s:
    há coisas que não se esquecem mesmo, no suposto fim do mundo, ele mandou me uma mensagem super fofa, a dizer que caso o mundo acabasse só precisva de me dizer que eu era a pessoa mais incrivel e a melhor que ele conheceu, quer era linda e perfeita, e assim...foi mesmo lindo o meu príncipe. E quando eu lhe disse que tinha medo de o perder, quando lhe disse que tinha a perfeita noção que as coisas um dia iriam mudar, ele assegurou-me que nao queria que nada mudasse porque estava tudo perfeito, e disse que só mantem a relação a distanci aporque realmente acredita. E indiretamente uma vez disse-me "eu amo as estrelas, aliás tenho a mania de amar tudo o que está longe" nunca esquecerei mesmo!

    ResponderEliminar
  14. tu é que tinhas razões para te afastar, não ela.

    ResponderEliminar
  15. há pessoas mesmo incompreensíveis, realmente.

    ResponderEliminar
  16. vocês nunca estiveram juntos linda, mas faz quanto tempo namoram? isso é incrivel e revela uma cooperação e um amor tamanho, a sério, admiro a vossa relação. tem muita força, e não deixes de remar por mais marés que se possam opor. voces sao lindos , o vosso amor é puro!
    eu e ele estamos juntos uma vez por semana, com sorte, e mesmo assim é pouquinho, as saudades sao tantas s: so me apetec traze-lo para casa e guarda-lo comigo!
    ele sabe mesmo fazer-te sorrir :) propriedades de um ser apaixonado eheh.
    as coisas boas nunca se esquecem, por mais agua que corra, e tempo que passe...

    ResponderEliminar
  17. E tens razão, não tens obrigação de lutar por isso quando ela é que errou.
    Eu sou de Lisboa, ele é de Portimão, conhecíamos-nos e éramos grandes amigos mas só pela internet, no verão eu fui de férias para lá duas semanas, e nós criámos uma ligação muito forte, mas depois eu tive que voltar, e ele não soube lidar com isso, e afastou-se aos poucos e poucos, até deixar de me falar totalmente.

    ResponderEliminar
  18. hum, eu e ele começamos dia 4 de dezembro :) não é muito tempo, e conhecemo-nos à bem menos que voces, desde agosto. Porem eu estou mais proxima dele s: mas mesmo assim, agora em tempo de aulas vai ser ainda mais dificil s: so estamos uma vez por semana, e não é garantido poder ser todas as semanas, e quando é, é apenas uma hora e pouco s: estou a ser um pouco egoista, comparando a ti, desculpa, mas as saudades que sinto dele são imensas mesmo :c e eu para confessar, sou um pouco ciumenta e por vezes exagero um pouco, e lá volta o medo a apoderar-se de mim, más horas. obrigada eu linda, "falar" contigo, deu-me força. e sabes? eu acredito em voces!

    ResponderEliminar
  19. sempre, todas as vezes que ele se afastava, eu lutava por ele, dizia-lhe sempre o que ele estava a fazer, dizia-lhe sempre que não queria ficar sem ele, e que me estava a magoar muito com o que estava a fazer, e ele pedia desculpa, dizia que ia ficar tudo bem, e nunca ficava, falava quando lhe apetecia e era o básico, até que deixou de falar totalmente,
    a meses que não sei nada dele.

    ResponderEliminar
  20. eu acho que não mudará nada, porque eu lutei sempre por ele, fui sempre atrás, e ele nunca deu valor a isso, e se ele realmente sentisse a minha falta, ele pelo menos diria algo, nem que fosse para saber se eu estava bem, a uns dias ele criou um fb novo, eu mandei-lhe pedido, ele aceitou e nem foi capaz de me dizer nada, foi-lhe indiferente, completamente ..

    ResponderEliminar
  21. e digo o quê? a ultima vez que falámos, fui eu que puxei conversa, e ele fez questão de a acabar rápido, por isso é que já não sei o que fazer.

    ResponderEliminar
  22. mas de todas as vezes que eu liguei, mandei mensagens, ou procurei falar com ele nas redes sociais, não deu resultado nenhum .. será que agora será diferente? só tenho medo que não seja, e que volte a ficar magoada.

    ResponderEliminar
  23. talvez amanhã faça isso, se ele vier à net (...) não sei, mas vou precisar da tua ajuda, porque não vou saber muito bem o que dizer! eu agora vou embora, amanhã falamos, e olha, obrigada por tudo, ajudaste-me mesmo mesmo muito!

    ResponderEliminar
  24. pois linda, mesmo assim quase não chega a nada, e parece que a cada vez que passa as saudades são mais s:
    eu sou muito ciumenta bé, mesmo...e tento não o mostrar, tento mesmo não mostrar, mas há vezes que isso se torna quuuuuuase impossivel. e depois inventa coisas amor, dizem que me viram com não sei quem, a fazer não sei o que, tipo 'tentativas' para nos deixarem mal, mas quando isso acontece nós confiamos um no outro. Porém há ainda aquele promenor de eu ter um colega que gosta imenso de mim, e eu apenas retribuir com amizade, mas é sempre chata a situação, e com ele extamente o mesmo, ele tem imensas 'amigas'que não olham para ele com olhar de amizade mas tem sim, um interesse maior, e isso deixa-me seriamente irritada.

    ResponderEliminar
  25. (desculpa só responder agora) é o que tento fazer sempre, obrigada!

    ResponderEliminar
  26. Oh minha linda, disseste tudo!
    É, ele ocupou-o por completo. E estou tão feliz com ele. Mas ainda tenho medos..E eu sei que é normal, mas ele não merece um coração assim.
    Mas é bom. É tão bom quando ultrapassamos tudo isto, não é? :)

    ResponderEliminar
  27. ainda estou um pouco indecisa em relação ao que fazer, mas acho que tentar uma última vez vale a pena :x

    ResponderEliminar
  28. Oh é mesmo isso. Acho que estamos os dois no mesmo barco e a remar no bom sentido. Sinto-me segura, como nunca antes tinha estado. E é mesmo isso: uma sensação optima. :)

    ResponderEliminar
  29. Gosto do teu blog, e parece que temos bastantes coisas em comum !

    ResponderEliminar
  30. sim, acho que vou mesmo falar com ele, dizer tudo o que nunca lhe disse, pode até nem correr bem, mas vou ficar de consciência tranquila por ter lutado por ele até ao fim.

    ResponderEliminar
  31. Claro que é bom, é otimo !
    tao como tu :p

    ResponderEliminar
  32. o que lhe digo mais ou menos? eu não quero dar a entender que estou muito magoada, nem quero ser muito arrogante x:

    ResponderEliminar
  33. pois linda, mas tal como tu dizes, o ciume atinge as pessoas que podem estar com ele todos os dias, enquanto que eu não...e imagina agora saberes que essas pessoas, que estao constantemente com ele, queriam algo mais que uma amizade? é mesmo mau s:

    ResponderEliminar
  34. não, eu ainda não falei com ele, nunca o apanho na net pelo menos .. e se lhe ligar, não vou ser capaz de lhe dizer nada, é sempre assim :s

    ResponderEliminar
  35. não consegui dizer nada de jeito! disse-lhe que à muito tempo não me dizia nada, e ele pediu desculpa, disse que não tem vindo ao computador por causa do irmão, pediu muita desculpa, disse que eu devia ir lá num sabado porque ele vai cantar ao karaoke, e eu disse 'nunca mais cantaste para mim' e ele 'desculpa, eu amanhã tento ligar-te e canto para ti', não consegui dizer que tinha saudades, não consegui dizer o quanto estava magoada, não consegui .. mas o pior que isso, foi ligar-lhe e ele não reconhecer a minha voz.

    ResponderEliminar
  36. sim, eu fiquei contente por ouvi-lo dizer que ia tentar ligar-me para cantar para mim, mas eu sei que se essa chamada não chegar, vou ficar magoada .. e eu acho que ele não percebeu que estou magoada, senão ele tinha dito outras coisas, mas não sei, se ele amanhã ligar-me mesmo, pode ser que eu tenha coragem de lhe dizer tudo :c obrigada por tudo!

    ResponderEliminar
  37. mas não sei se ele vai conseguir ligar, visto que vai pedir o telemóvel ao pai, porque ele não é moche :\ mas veremos ..

    ResponderEliminar
  38. tens razão, é mesmo difícil :s obrigada pela força! sigo também *-*

    ResponderEliminar
  39. Olá, será que podiam passar no meu blogue e deixarem a vossa opinião acerca dos meus textos? Era muito importante para mim (:
    E desculpem o incómodo.

    Ps.: caso me sigam, avisem que sigo de volta ^^

    ResponderEliminar
  40. pois bé, é mesmo frustante não ter a facilidade de estar sempre s:

    ResponderEliminar
  41. não, não recebi uma única chamada dele .. mas aconteceu uma coisa, um dos melhores amigos dele, convidou-me para ir passar a passagem de ano a Portimão com eles, e eu fiquei tão contente quando ouvi, mas fogo, a minha mãe estragou tudo, era a única oportunidade que eu tinha para recompor as coisas, e perdi-a :\

    ResponderEliminar
  42. o problema mesmo é ir sozinha, só isso .. mas porra, eu queria mesmo ir, não o culpo por não me ter ligado, pq pode nao ter conseguido o telemovel do pai, nao sei..

    ResponderEliminar
  43. todos temos, mas ele não vem muito ao pc por causa do irmão, tenho é falado muito com um dos melhores amigos dele, e ele tem-me dito como estão as coisas mais ou menos por lá, ele disse-me que um dos motivos que levou o outro a afastar-se, foi porque andava super mal devido a uma rapariga :\

    ResponderEliminar
  44. eu sei, ir lá era a única chance que eu tinha de resolver as coisas .. mas parece que não é tão fácil quanto isso.

    ResponderEliminar
  45. eu estava numa de arriscar sozinha, sem os meus pais saberem, mas acho que é preciso documentos, e quem os tem é a minha mãe, e tive a ver no site, e diz que os bilhetes tinham de ser comprados 16 dias antes da viagem ser realizada, mas eu mandei um email para me informar melhor ..

    ResponderEliminar
  46. não deixam, mas acho que mesmo que deixassem eu não conseguia ir, porque o bilhete tem que ser comprado 16 dias antes da viagem :\ mas vou fazer um enorme esforço para estar lá antes ou nas férias da páscoa.

    ResponderEliminar
  47. no dia da passagem ano, um pouco depois da meia noite eu liguei-lhe, e tivemos a falar um bocado, eu disse-lhe que tinha saudades, ele disse-me o mesmo, e disse que eu devia ter ido à festa, mas que entende que não tenha dado, e quando for para Portimão organiza uma festa só para mim, e mais umas quantas coisas, mas ficou mesmo feliz pela chamada, notava-se, depois eu disse 'vai lá divertir-te, beijinhos' e depois ele 'beijinhos' e eu 'olha' e ele 'diz' e eu 'love you' e ele ' love yoou to' fiquei mesmo contente! no dia a seguir ele apareceu no skype, e eu puxei conversa com ele, perguntei porque não tinha ligado e ele disse que não tinha conseguido mesmo porque não estava em casa, então eu disse-lhe que não me ia esquecer que ele tinha dito que cantava, e depois ele 'então eu ligo-te agora por aqui, e canto, que achas?' e eu disse logo que sim, e ele ligou-me, começou a tocar piano e a cantar bue musicas, e não foi preciso eu dizer nada, que chegou a uma altura em que ele cantou e tocou a nossa música, ele ainda se lembrava .. fiquei mesmo feliz! depois, ele disse-me que tinha feito uma argola e perguntou se eu queria ver, então eu disse que sim e ele pôs a web, depois deixou um bocado e eu fiquei a vê-lo, depois eu mandei-lhe uma fotografia de uma pulseira minha que tem o nome dele, e ele ficou mesmo contente, notou-se! depois, ele acabou por meter um amigo dele na chamada, e disse uma coisa que já não dizia a muito tempo, com uma voz bué doce disse 'Bea lindaaaa' desde o verão que ele não dizia isso, fiquei mesmo feliz, depois teve muito tempo a picar-me e a dizer que eu tinha de ir lá e blabla, resumindo, acho que tivemos umas 3 horas em chamada, eu fiquei tão feliz! possa :c

    ResponderEliminar
  48. espero é que isto nãos seja passageiro, como das outras vezes em que tentámos voltar a dar-nos como dantes .. tenho que te agradecer muito!

    ResponderEliminar
  49. as coisas têm-se mantido bem, ele frequentemente fala comigo, canta para mim, atrofia comigo, faz cenas de ciumes, é querido :) estou bastante contente por isso, e acho que brevemente vou fazer-lhe uma visita! obrigada por tudooooo <3

    ResponderEliminar
  50. Já perdi tanto tempo também ao falar de determinado alguém, é normal até chegar o momento em que percebemos que acabou e ponto. Ai quando percebemos, colocamos um ponto final, doído ás vezes e seguimos em frente.

    Adorei!

    Beijos

    ResponderEliminar

Faz-me sentir que és única(o) pela beleza, pureza e sinceridade das palavras que transmites. Escreve com o coração e deixa-o encaminhar as mãos às teclas certas.