16 julho, 2010

Irmão ...


Ontem passei por um grupo de amigos que se ria constantemente, e lembrei-me das vezes que actuavas como impulsionador de felicidade. Passei por um casal de namorados e mais uma vez me lembrei dos abraços maravilhosos que me proporcionavas. Passadas umas horas, depois de me ter sentado num banco de jardim, o cheiro fascinante a flores fez-me lembrar todas as vezes que lanchávamos juntos e tu concluías todos os lanches com uma música que tocavas.
Senti saudades de tudo o que fazíamos … E mais uma vez senti saudades tuas.
Quando cheguei a casa deitei-me na cama e chorei … não por chorar, apenas por sentir uma necessidade incontrolável de estar contigo e não poder. Apenas por ter saudades de tudo.
Depois de ter inundado a minha cama de lágrimas adormeci e acordei com um copo de sumo ao pé de mim. Provei e estava fantástico. Estava tal como tu mo fazias. Estava no mesmo sítio em que tu o colocavas todas as noites depois de eu adormecer. Tal como das outras vezes aquele estava lá.
E mais uma vez, de muitas naquele dia, uma lágrima deslizou sob a minha face … uma lágrima carregada de lâminas que à medida que passava me cortava com tamanha profundidade que seria impossível esconder tais cortes. Não, afinal os cortes não eram superficiais. Eram interiores … As lágrimas que percorriam o meu coração despedaçaram-no. Mas daquela vez tu não estavas por perto para me amparar as lágrimas e me sarar as feridas, como das outras vezes.
Irmão, tu partiste sem eu fazer a mínima ideia. Partiste e nem viste na pessoa que me tornei. Partiste sem olhar uma única vez o mundo.
Não podias ter esperado mais um ano para nasceres por minha vez, não? És parvo ou quê? Eu podia perfeitamente ter partido por ti … se nascesse no teu dia. Se nascesse em 1995 tudo podia ser diferente para ambos. Tu podias ver o mundo. Podias ver a pessoa maravilhosa que a mãe é e até eras capaz de não a desiludir tanto como eu a desiludo. Podias fazê-la feliz. Podias ter tudo o que eu tenho.
Eu posso nunca te ter visto, posso até nunca ter estado contigo, mas eu juro que te amo! Juro que sempre foste a pessoa mais importante da minha vida … e quando me lembro que me poderias ter pegado ao colo quando eu era pequena, sorrio. Mas tu não me viste nascer, crescer e transformar e isso é o que mais lamento.
0">

110 comentários:

  1. Aqui ou em qualquer lugar ele está contigo, sempre! (Farei um comentário mais pormenorizado logo á noite).

    ResponderEliminar
  2. wow :o ainda não sei bem o que dizer o teu texto e a música fizeram-me chorar, chorei por ti, por esta história e por mim. eu, ao contrário de ti, conheci o meu irmão e ele agora está longe e sinto imensa falta dele nem quero imaginar o que seria de mim e da minha mãe, principalmente, se acontecesse o mesmo. apesar de não o teres conhecido vê-se que gostas mesmo dele. deixaste-me completamente abananada :o vou seguir-te

    ResponderEliminar
  3. Como já tinha lido este texto antes de o publicar, não tenho muito a dizer-te. Sabes que podes contar comigo. Gosto muito do que escreves, e mais uma vez fizeste-me chorar!
    AMO-TE (L)

    ResponderEliminar
  4. Este post está induzido de tristeza, saudade e amor. Tocou no meu ponto fraco que é a familia, e não consegui impedir as lágrimas de se libertarem. Tu sabes, sabes que também perdi um irmão, já te falei nisso imensas vezes. Se tu sentes uma dor tão grande, imagina as nossas mães.. a pior dor do mundo é perder um filho. Morra ele com a idade que morrer, não importa. A morte é sempre morte e é muito dolorosa de suportar. Eu compreendo a tua mágoa, provavelmente tal como eu, deves sentir raiva. Sim muita raiva por as circunstâncias da vida o terem levado. Mas Ele lá em cima está a cuidar de ti! Quando sentires uma frescura a percorrer a tua face é ele a acariciar-te e a dizer pelo meio que lhe é possível 'vá mana estou contigo, não desistas e segue em frente' Ele tem orgulho de ti e da mulher resplandescente em que te estás a tornar. Assim como eu a Mariana, a Rita e todos os teus amigos sabemos que assim é, ele também sabe. Em relação à estrutura do texto, não me atrevo a dizer o que quer que seja, o conteúdo roubou toda a minha argumentação para tal. Vá força **

    ResponderEliminar
  5. Não digas disparates, sabes perfeitamente que não tens culpa no cartório. Sabes, se eles existisse, muito provavelmente, tu não estarias aqui, agora, comigo, connosco! Não adianta argumentares mais, eu não me acredito que tu tenhas culpa alguma.
    Como a Cátia diz, ele está lá em cima, a olhar por ti!
    Também não culpes as infermeiras por isso. Em parte a culpa é delas, sim, mas elas debem ter feito o que puderam.
    Acima de tudo, livra-te de achares que tens culpa!
    Amo-te e força*

    ResponderEliminar
  6. - Encontrei o teu BLOG por acaso e gostei dele.
    Gostei deste texto.
    um Irmão é sempre um Irmão e aconteça o que acontecer, esteja ele onde estiver ele está sempre junto de ti, a olhar para ti, a cuidar de ti, a acompanhar-te em todas as tuas caminhadas, a ver-te crescer.
    Beijinhos , Força nisso *

    ResponderEliminar
  7. também seguirei o teu.
    Gosto da maneira como escreves.
    beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  8. nem sempre somos só mais uma, por vezes temos maneiras de escrever que nos destingem dos outros, e acredita que já vi muito piores.
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  9. fico à espera de mais textos teus *
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  10. não sabes quanto isso me eleva o ego :$$

    ResponderEliminar
  11. que texto lindo :o
    sempre que precisares estarei aqui,para ti x)
    Amo-te muito <3

    ResponderEliminar
  12. ohhh obrigada :$
    eu também gosto muito muito do teu *.*

    ResponderEliminar
  13. está sim, eu adoro a tua forma de escrever! *.*
    E fico muito feliz por saber disso, fico mesmo, muito obrigada :$

    ResponderEliminar
  14. Oh meu Deus que texto. :O
    Apesar da visivel profunda tristeza.
    Vou seguir :)

    ResponderEliminar
  15. E agora? :) O blog diz que eu já estou a seguir.

    ResponderEliminar
  16. De nada minha linda :)
    Eu adorei mesmo o teu texto, fica a saber *.*

    ResponderEliminar
  17. Obrigado eu, é bom saber que tenho gente que gosta as vezes penso que ninguém lê mas já vi que tu lês e ainda bem que gostas ,faço por isso :)

    muito obrigado, mesmo (:

    ResponderEliminar
  18. Siim. Escreves muito bem, e gosto da forma como o fazes :)
    Eu também irei ser, mesmo *.*

    ResponderEliminar
  19. encontram-se coisas tão fixes xD

    adorei o blog, vou seguir*

    ResponderEliminar
  20. Se quiseres, podes levar (é para todos os leitores) *

    ResponderEliminar
  21. Qe fofinha poça! *.*
    Obrigada, mesmo muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  22. Bem esquece lá isso. Gosto muito de ti, sabes? Muito mesmo. Eu e 'Ele'. Aliás TODOS nós, serás sempre a nossa pequenina :)

    ResponderEliminar
  23. Sempre means SEMPRE. E obrigada por esperares por terça para irmos ..

    ResponderEliminar
  24. muito obrigada querida. só de ouvir esta música, lembro-me do que li neste teu texto e vêm-me as lágrimas aos olhos. acho que sempre a ouvir me hei-de lembrar deste teu maravilhoso texto. :'D obrigada mais uma vez

    ResponderEliminar
  25. Claro que sim. E veio mesmo a calhar o facto de não pudermos ir no sábado, ficamos a fazer companhia uma a outra e eu gostei muito dos nossos passeios matinais :)

    ResponderEliminar
  26. é verdade, sabe tão bem receber cada comentário seja este positivo ou negativo, se bem que os positivos sabem bem melhor. não tens que agradecer querida, eu imagino como deve ser seguires sem a presença dele, sem o puderes abraçar. ultimamente tenho passado pelo mesmo com uma única diferença: o meu irmão volta, pelo menos assim o espero. e ao imaginar que podia ficar sem ele tal como te aconteceu a ti doeu-me imenso. ainda mais sendo vocês gémeos. qualquer das formas hás-de seguir sempre com ele, vocês são irmãos gémeos e não há ninguém que te tire isso e o amor que sentem um pelo outro. isso ninguém há-de conseguir apagar. obrigada por, com este e outros textos, me fazeres ver o mundo de outra forma. obrigada obrigada, obrigada mesmo querida.

    ResponderEliminar
  27. eu acredito que siim , mas magoa muito , :' . ainda nem caí em mim , nem sei o que pensar , :( .
    - OBRIGADA AMOR , :$ .
    pelo que vejo também estás numa situação pior que a minha , tal como tu dizes a mim , FORÇA AMOR , (: .

    ResponderEliminar
  28. Mais alto não és. És mais alta, isso sim. Olha lembras-te daquela tarde, que fomos sair e depois fomos para aquele parque e me contaste, tudo isto? Juro, juro por tudo que começei a olhar para ti de uma maneira que antes não me era possivel. És uma menina tão forte. Acho que essa é uma das principais razões pela qual a minha mãe gostou tanto de ti :)

    ResponderEliminar
  29. mas tu é diferente , ele era irmão , a mim era só amigo , mas mesmo assim , :' .
    - eu acredito que nunca ninguém o vai esquecer , nem eu.
    - não faz mal , :) .

    ResponderEliminar
  30. é isso mesmo, ele há-de estar sempre contigo a apoiar-te a abrir-te os olhos sempre que precisares. és um amor de pessoa :D

    ResponderEliminar
  31. Oh tontinha és forte sim. E com este texto mostras isso mesmo. Orgulho-me tanto de ti, tanto.. não fazes nem ideia! Sabes que sou sempre frontal e que só digo o que penso. Não ia estar a dizer isto, apenas porque sim. Quando é preciso criticar sou a primeira a fazê-lo, sabes bem.
    És uma pequena grande mulher :)

    ResponderEliminar
  32. siim. o meu irmão vai-se casar e eu vou ter saudades dele ( por muito mal que me dê com ele , váá ) nem quero imaginar tal coisa, :| .
    siim , tal como tu nunca esquecerás o teu irmão , (L).
    - Obrigada meuamor , a sério , :$ .

    ResponderEliminar
  33. a mim também me faz muito bem querida. eles estão sempre connosco quando mais precisamos, se em algum momento nos deixarem sozinhas quando mais precisamos é porque tem de ser: temos de aprender a dar alguns passos sozinhas mas mesmo assim eles hão-de estar connosco a ver se tudo corre bem. soubeste que tiveste um irmão gémeo a pouco tempo?

    ResponderEliminar
  34. É do melhor que já li. Os meus parabens e congratulo-me muito por saber que tens muito nessa cabeça para nos deliciar com letras e palavras deste género. Parabens e deita para fora todo esse conteudo. Gostei muito.

    ResponderEliminar
  35. sim é verdade, quando eu era pequenina eu brincava muito com ele. agora já não, andamos meio às turras, trocamos opiniões sobre muitas coisas, sabemos as histórias um do outro sobre os namorados/as e acaba por ser bom porque nos damos concelhos ainda que a brincar e por vezes essas coisas todas me fazem falta.

    ResponderEliminar
  36. Querida mas também não tens que ser forte a toda a hora. És um ser humano como tantos outros, com altos e baixos. Não exigas demasiado de ti. Tens todo o direito de chorar, de amuar, de deitar cá para fora toda essa dor que te consome. Mas depois de o fazeres, tens mais é que ir á luta em busca de dias melhores.
    Vai ficar tudo bem meu amor :)

    ResponderEliminar
  37. só de pensar que às vezes - quando chateada com ele - desejei não o ter, até sinto vergonha de mim mesma. eu tenho dois irmãos e uma irmã todos mais velhos e sempre fui um bocado reprimida por eles mas pronto, agora gosto mais deles e dou muito mais valor e muito devido a tua história.

    ResponderEliminar
  38. Pois eu compreendo, mas vais ver que não passa tudo de uma fase menos boa **
    Ele lá em cima vai-te transmitir todas as forças de que necessitas e vais voltar a ser a Bia que nós conhecemos e de que tanto nos orgulhamos. Aliás orgulhamo-nos de qualquer das formas.

    ResponderEliminar
  39. sim por causa da tua história e também por ele estar longe e sozinho e estar a ter alguns problemas por lá. :$ obrigada

    ResponderEliminar
  40. espero bem que só sejam isso. obrigada tu também fizeste muito por mim e hás-de fazer por muitos outros. acredita que também tenho um carinho muito especial por ti. podia agradecer-te todos os dias muitas muitas vezes.

    ResponderEliminar
  41. Por amor de deus, não me agradeças. Eu siim, é que tenho que te agradecer por seres a pessoa fantástica que és. Olha para todos os comentários em cima! Já viste o quanto ajudaste estas pessoas ao partilhares a tua história? Mereces o mundo só por seres como és. minha pequenina <3
    não te esqueças: o que não mata torna mais forte.

    ResponderEliminar
  42. nunca te irias dar bem porquê ? :O é normal , nunca nos damos bem , mas gostamos um do outro na mesma , preocupamos-nos e tudo , é o normal.
    - eu gosto do meu , mas é lá no fundo , váá.
    obrigada digo eu amor , a sério.
    estou ? aiinda bem , :$ .

    ResponderEliminar
  43. Oh meu deus, que palavras, que sentimento! está perfeito *.*

    ResponderEliminar
  44. Diz antes a pessoa fantástica que és hoje. É com os erros que se aprende. O maior que erro que cometeste até hoje foi culpabilizares-te dessa forma. Não tens culpa absolutamente nenhuma, ok? De nada!

    ResponderEliminar
  45. Mas esses pensamentos não te podem afectar dessa forma. Quando fores assombrada por eles lembra-te das minhas palavras.

    ResponderEliminar
  46. Ele sempre estará olhando por ti lá de cima!
    O texto ficou lindo apesar de triste!

    Amei seu blog!

    bjos

    ResponderEliminar
  47. Obrigada, to te seguindo também!

    bjos

    ResponderEliminar
  48. Obrigada pelo teu comentário +.+
    este texto está muito bonito, parabéns pelo blog :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  49. uao *.*
    sem palavras.
    (desculpa, enviei pela outra conta por engano)

    ResponderEliminar
  50. Esta tarde serviu para descartar de todos os problemas, não concordas?

    ResponderEliminar
  51. Então se quiseres eu faço-te um milhão de comentários :p +.+

    ResponderEliminar
  52. Pois vai ser dificil para todos nós. Mudando de assunto: amo-te pequenina!

    ResponderEliminar
  53. se viveres em coimbra podes ver-me todos os dias :)

    ResponderEliminar
  54. se forem falsas, mais tarde ou mais cedo apercebemo-nos..

    mas eu também sei ser teimosa :P

    ResponderEliminar
  55. Que textooooo :) nao pude deixar de comentar! Gostei*

    ResponderEliminar
  56. Amor, queria pedir-te para seguires o meu blog, se não fosse pedir muito! (L)

    ResponderEliminar
  57. mas a discuções entre amigos acho que fazem parte , iguais ou diferentes , devemos sempre ter a nossa própria opinião perante as coisas , :O .
    - siim , gosto muito dele , mas prefiro dizer que é lá do fundo do coração , :C.

    ResponderEliminar
  58. Que texto lindooo, *-*
    Deixaste-me mesmo sem palavras para o definir $:

    Força.
    Beijinhooooo*

    ResponderEliminar
  59. Não tens de agradeçer $:
    Se precisares de alguma coisa podes falar comigo, a sério.
    Obrigada, eu também estou a segui o teu blogue :b

    Beijinhoos*

    ResponderEliminar
  60. a única maneira de nos agradeceres é continuares, sempre em frente *____*
    de nada +.+

    ResponderEliminar
  61. espero bem que consiigas (:
    vou estar a torçer por ti :D

    ResponderEliminar
  62. queriida és tu $:
    não agradeças, LUTA *-*
    Faz-nos a vontade (:

    ResponderEliminar
  63. irmão vale muito, onde quer que esteja, vces sempre estaraõ juntos, saibas disso!
    conte cmg, sou nova no teu blog, mas posso ajudar!
    beijo!

    ResponderEliminar
  64. claro que sim. não podem enganarnos eternamente!

    mas eu sei melhor :bb

    ResponderEliminar
  65. http://photosdesenhos.blogspot.com/
    blog renovado, se quiseres segue :)

    ResponderEliminar
  66. Obrigada pelo comentário :)
    ele vai estar sempre contigo.
    beijinhos*

    ResponderEliminar
  67. Mas que lindo post !
    Gostei imenso !
    Vou seguir (:

    ResponderEliminar
  68. De nada minha querida (:
    Tá lindo !

    ResponderEliminar
  69. Não tens que agradecer querida (:
    Sempre as ordens *

    ResponderEliminar
  70. Eishh desculpa, isto é a pressa...
    Desculpa querida (:

    ResponderEliminar
  71. Eu gostava muito de ir, e poder conhecer-te +.+

    ResponderEliminar

Faz-me sentir que és única(o) pela beleza, pureza e sinceridade das palavras que transmites. Escreve com o coração e deixa-o encaminhar as mãos às teclas certas.